ESPECIALISTAS GESTAÇĀO MATERNIDADE NUTRIÇĀO SAÚDE

Alimentação na gestação – Primeiro trimestre

4 de abril de 2018

Junto com a alegria do positivo no teste (ou testes, né minha gente, porque a gente não faz um só!) vem sempre uma dúvida: a maneira como tenho me alimentado está adequada para o crescimento e seguimento saudável desta gestação?

O primeiro trimestre é o momento no qual a maior parte das mulheres experimentam náuseas, enjoos e aversões alimentares (eu não conseguia nem sentir cheiro de café e sou alucinada pelo pretinho). Contudo, é o momento em que estruturas importantes do bebê estão sendo formadas e para que isso corra bem, a gestante precisa estar bem nutrida.

Antes de qualquer terrorismo nutricional, quero deixar claro que, se você tem boa saúde, está com o peso adequado e não possui carências nutricionais, seu corpo vai tirar “de onde tiver” para que seu bebê seja bem nutrido! Você pode sofrer as consequências disto mais tarde, mas o neném é a prioridade do seu organismo agora.

Claro que tudo que não queremos são estas consequências (queda exacerbada de cabelos, problemas dentários, anemias, fragilidade óssea, etc) , então seguem algumas orientações gerais:

 

  • Coma o que você tolera no momento, mas lembre-se de comer sempre “comida de verdade”. Se o seu paladar está pedindo algo mais ácido, tente uma boa limonada antes do refrigerante. Se é pão que a boca está querendo, prefira o integral caseiro. Caso o desejo seja pelas carnes, evite as industrializadas e se regale com um belo bife bem passado. DESCASQUE MAIS E DESEMBALE MENOS!

 

  • Se os enjoos estão frequentes, não fique muito tempo em jejum. Coma frutas ou legumes gelados nos intervalos. As castanhas também são uma boa se você as tolerar.

 

  • Para quem sofre com os vômitos, a hidratação precisa ser redobrada (você perde líquido ao vomitar e perde minerais também). Eu não conseguia tomar muita água e tinha sempre que ser bemmmmm gelada. Usei água de coco natural, suco de tamarindo (ahhh, lembram do Chaves???) e limonada e mantive uma hidratação razoável neste período.

 

  • Se possível não consuma nenhum alimento com corantes ou alimentos processados, como nuggets, lasanhas prontas, sucos de caixinha, refrigerantes, biscoitos coloridos, gelatina (PELAMOR!!!!). Os corantes são os aditivos com maior potencial alergênico e sim, passam pelo cordão umbilical. As carnes processadas são ricas em nitratos e sódios e aumentam o risco de neoplasias.

 

  • Além do ácido fólico que é altamente recomendado nesta fase, converse com o profissional de saúde que te acompanha sobre a suplementação de vitamina D e do ômega 3. A primeira está a associada a saúde óssea e algumas pesquisas indicam que sua carência se relaciona a maior risco de autismo. O segundo é importante para a formação do Sistema Nervoso Central do bebê e infelizmente a nossa ingestão não é satisfatória.

 

  • Álcool tá proibido, beleza?

 

  • Nada de radicalizar e querer perder peso agora. Nesta primeira fase da gestação o bebê não pesa mais que gramas e você não precisa ganhar uns quilinhos. Mas também não precisa perder. A manutenção do peso neste momento já é satisfatória.

 

Fazer o acompanhamento com um Nutricionista nesta etapa pode, além de ajudar na melhor estratégia para o seu caso, esclarecer dúvidas importantes e firmar um caminho para que toda a gestação seja saudável e o ganho de peso não ocorra em excesso.

 

Carla Vaz de Lima, 33 anos, mãe da Raquel (recém nascida). Nutricionista especialista em Educaçāo Nutricional.

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply