GESTAÇĀO MAMÃES REAIS MATERNIDADE

Amnésia gestacional

27 de junho de 2018

Você se sentiu mais esquecida durante a gestação? Passou a esquecer de coisas simples que antes não precisava nem anotar? Se viu perdida no supermercado, no qual havia se programado para comprar umas cinco coisas e se lembrava apenas de uma?

Bem, eu sou professora, como sabem, e a única coisa que não me esqueci durante a gestação, são as aulas que eu dou… Pode ser estranho, mas eu me esquecia de muitas coisas.

Sempre me relacionei muito bem com os números, sabia os telefones de quase todas as pessoas decor… Decor mesmo, não procurava na agenda do celular, acreditava ser mais fácil discar, além de estar treinando meu cérebro (sempre digo isso às pessoas, inclusive, acredito mais nas minhas contas feitas à mão do que em uma calculadora, porque até hoje faço contas na mão, isso é treino!), nunca havia feito lista de compras para ir ao supermercado ou dos meus afazeres diários, pensava ao acordar: “tenho cinco coisas a fazer”, saía e voltava com todas feitas ou compradas, caso fosse a lista do supermercado.

Porém durante a gestação eu pensava: “tenho tantas coisas a fazer”. Saía para fazê-las e retornava com metade feita… Meu marido me perguntava: “mas você não ia fazer isso e aquilo também?”. E eu? Chorava, sentida, copiosamente… Não entendia o porquê daquele esquecimento. Havia dias que não lembrava o número do telefone da casa da minha mãe ou até mesmo o que havia feito no final de semana anterior.

Acredite: isso é normal! Segundo estudos, ao se descobrir grávida, a mulher volta todas as suas atenções ao bebezinho que está por vir, fica imaginando o sexo e o nome que será escolhido entre outros… Além de inúmeras preocupações com as novidades que estão por vir.

Mas, por trás dessa questão emocional, há também uma explicação hormonal. A taxa de progesterona na mulher aumenta, o que pode ocasionar algumas alterações cerebrais, principalmente em uma área que é responsável pela atenção, ou a falta dela, não é mesmo.

Esse hormônio, inclusive, pode causar um edema cerebral relativo (um inchaço em alguma parte do cérebro, ocasionado pela dilatação dos vasos cerebrais), o que afeta a parte cognitiva, porém, depois do nascimento do bebê a progesterona diminui e o cérebro tende a voltar ao normal. Porém, isso não ocorre de imediato.

Vale a pena então, caso você marque compromissos importantes, anotar na agenda do celular, colocar uns lembretes pela casa, ou até mesmo programar o alarme do celular. Até porque, muitas vezes somente o seu médico ou outra gestante entenderá que a culpa desses “esquecimentos” são da progesterona e não necessariamente seus.

 

Fernanda Paganini, formada em Química e Pedagogia, é mãe da Maria Luiza(Malu) de 3 anos. Divide seu tempo entre aulas no ensino médio e os cuidados com a filha.

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply