DIY

Aniversário do Pedro (1 aninho)

26 de dezembro de 2018

Dia 23 de julho de 2018, o Pedro completou seu primeiro ano de vida. Muito antes de ser mãe, eu sempre achei que festa de aniversário para bebês não eram legais. Quando eu falava isso pra alguém, as pessoas sempre respondiam: quando você for mãe, vai mudar de ideia! E eu pensava: claro que não!

O Pedro nasceu e eu mantive minha ideia até os 9/10 meses, mas aí ele começou a ir às festinhas de 1 ano dos amiguinhos e eu percebi o quanto ele se divertia! Caiu um balde de cuspe na cara e eu, mãe babona que sou, resolvi fazer uma festinha, mais um balde de cuspe: faltando menos de 2 meses (eu sempre fiquei brava com a minha tia Lilia, porque decidia fazer as festinhas da Marina, minha prima, em cima da hora).

A parte boa, é que sou artesã e fiz praticamente tudo, a parte ruim é que sou artesã e fiz praticamente tudo kkkkkkk.

Vem comigo, vou te contar, como  preparei uma festa DIY!!! Com muito amor!

O TEMA: Escolhi o tema  “Animaizinhos da floresta”. Eu sou apaixonada pela raposinha, então, graças à Deus não sofri com a escolha rsrsrs; desde o primeiro momento sabia que este seria o tema. Acho que este deve ser o primeiro passo de qualquer festa!

Depois de tema escolhido, é preciso saber para quantas pessoas você fará a festa, disso vai depender: a quantidade de comida, de lembrancinhas e o local da festa!

Durante esse primeiro ano de vida do Pedro, ninguém foi mais presente do que as meninas do Mamães da Vida Real, então elas foram as primeiras a serem convidadas! Depois familiares e amigos muito próximos. Decidimos que seriam 40 pessoas!

 

O CONVITE: Por conta da praticidade que os dias de hoje nos pede, fiz somente virtual, no programa Canva e enviei pelo whatsapp. Utilizei uma foto (tirada no mesmo parque) e o tema escolhido.

 

 

O LOCAL: Algo que eu sabia era que queria uma festa para as crianças e que os adultos fossem acompanhantes. Então seria uma festa estilo picnic, em que um suco que caísse no chão não se tornasse um problema!

Quando a Mara começou a planejar a festinha do Samuel, ela me falou de um parque. Eu já havia passado por lá na época que eu corria, mas nunca tinha olhado com olhar de “mãe arteira”. Ela acabou fazendo em uma área de lazer e eu resolvi fazer a do Pedro lá no parque. Eu e meu marido fomos lá umas três vezes, em horários diferentes, para ver onde era mais plano, mais sombra, mais reservado. Decidimos por uma das laterais do parque, onde é fácil chegar a pé ou com carrinho de bebê. Também ficava bem perto do parquinho de madeira lá do parque. Fizemos no Parque da Vila, ao lado do Shopping Iguatemi Ribeirão. O parque é bem arborizado, limpo e muito gostoso (os cuidados são mantidos pelo shopping).

A DECORAÇÃO: Não queríamos gastar muito dinheiro porque não queria que em momento algum a festinha se tornasse um problema. 

Então decidimos usar para a mesa do bolo, dois cavaletes e um tampo de pinus, que já tínhamos. Na frente da mesa, para colocar as lembrancinhas utilizei cestos de vime que fazem parte da decoração da minha casa.

Confeccionei dois varais de bandeirolas de tecido para dar um charme a mais.

Aluguei bolachas de madeira e minha tia me emprestou alguns utensílios do acervo do Ponto Alto Buffet.

 

Confeccionei uma linda raposinha de feltro e o topo do bolo personalizado, em biscuit, foi presente da minha tia.

    

A Mara me emprestou os bambus das tendinhas, que eu montei com duas colchas de linha. As plaquinhas em feltro, foram escritas à mão, por mim. Em uma montei um trocador (pois estávamos em um parque, sem banheiros e com um monte de bebês) a outra era para as crianças brincarem. Nela coloquei duas almofadinhas que eu fiz.

 

No espaço central, espalhei diversos tecidos (colchas, lençóis) e coloquei cestinhas com copos e guardanapos, garrafinhas de água que personalizamos (minhas tias Miriam e Lilian me ajudaram) e também alguns brinquedos.

Para identificar as comidinhas, comprei plaquinhas “lousas” que escrevi com giz líquido.

Por último (mas, não menos importante) minha tia espalhou balões.

AS LEMBRANCINHAS: Eu amo lembrancinhas! Acho muito legal você poder levar pra casa algo físico de um momento especial. Mas eu não tinha muita certeza do que dar. Pensei em almofada, caixinha com doces, bolinhos… até que vi um quebra-cabeças de feltro e decidi na hora, que aquela era uma ótima ideia. Fiz 4 quadrados pretos, cada um com o rosto de um bichinho (guaxinim, raposa, urso e panda) e cortei-os ao meio. Eles podem ser usados como quebra cabeça (espalha-se as partes e a criança  junta os dois lados de cada bichinho) ou como jogo da memória (coloca-se todas a as partes com os bichinhos, viradas para baixo e a criança vai virando 2 por vez até encontrar os pares correspondentes).

                       

Decorei um saquinho de pipoca para colocá-los. Ficou muito fofiiiiinho!!!

Também contei com a ajuda preciosa das minhas tias nessa montagem.

Eu ameiiii o resultado!!!

Para as crianças maiores, montei sacos de guloseimas.

 

AS COMIDINHAS: eu vejo que as mães sentem muita dificuldade para levar as crianças as festas, quando elas ainda não podem comer derivados de leite de vaca, açúcares, refrigerantes… então encomendei com a Mércia do Delícias da Lalá, um bolo de banana com recheio de bananada para o parabéns e fiz bolo gelado de coco.

 

Pãezinhos de batata baroa e

de cenoura e também mini cookies.

Fiz também saladinha de frutas.

Para os adultos: sanduíches naturais e pães de queijo, suco e bolo gelado de côco (tudo fornecido pelo Ponto Alto Buffet), o vovô e a vovó do Pedro fizeram o café e também tinha um capuccino em pó delicioso que comprei pronto.

O REGISTRO: esse não podia faltar de jeito nenhum. O olhar de dois amigos queridos: Camila e Tiago, do Areia Belleza, que registraram tudo!!!

Genteeeee cada foto!!!! Algumas estão aqui nesse post!

Eu fiquei extremamente feliz com o resultado! Todos se divertiram! Os bebês comeram, as crianças maiores e os adultos também se deliciaram!!!

O Pedro se divertiu o tempo todo e isso é o que mais importa!!!!

Obrigada a todos que fizeram parte deste momento lindo!!!!!

O bichinho da festa, definitivamente me picou, os preparativos da festa de 2 aninhos já estão a todo vapor!

 

Dani Prado, 34 anos, mãe Festeira do Pedro.

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply