BEBÊ MAMÃES REAIS MATERNIDADE

Gratidão

4 de junho de 2018

Outro dia, as meninas do blog estavam conversando e eu achei a conversa, particularmente, tão interessante que me dei ao luxo de só observar. Elas falavam sobre reconhecer a si mesma como excelente em algo, me lembro da Carla dizer algo como “é bacana passar em frente ao espelho e dizer: oi gatheeeenha.”

Eu amo a minha avó mas, ela tem a ‘mania’ de elogiar o que o outro faz, achar que o neto do outro é lindo, que o filho do outro é inteligente, que a geladeira do outro é boa… é um descontentamento, que a gente acabou herdando em vida.

Graças a Deus, quando tomamos consciência desse tipo de coisa, o controle passa para nossas mãos, podemos decidir continuar assim ou mudarmos.

Eu, decidi que seria diferente. Não que eu consiga ser sempre assim, mas sempre que estou consciente (leia o livro O Poder do Agora – Eckhart Tolle) eu me posiciono de maneira a reconhecer minhas habilidades.

Quando faço um trabalho no meu ateliê, ao fim eu sempre paro, observo e falo: “Cara, eu sou phoda!” E sou mesmo! Eu aprendi o básico do artesanato com minhas bisavó, avó e mãe, mas busquei sozinha me aprimorar, vendo outros trabalhos, vendo revistas, vídeos no youtube, fazendo experiências… compro ferramentas melhores sempre que posso e não poupo esforços para fazer um trabalho excelente.

Em casa, amo cozinhar, risoto é minha especialidade. Às vezes, faço um, só pra mim, sento, saboreio, penso ou falo alto mesmo: “Hummm que delícia!” Quando cozinho pra outras pessoas, não fico perguntando se está bom não, eu sei que está! (só a comida do Pedro que não tenho muita certeza, afinal de contas, ele come tão pouco rsrsrsrs).

Nunca me achei linda, acho que eu sou normal, nem bonita nem feia, normal. Mas às vezes olho uma foto (como as da Camila e do Thiago do Areia Belleza) e falo: “Nossa que linda eu fiquei!”

Quando eu olho para o Pedro, forte e esperto, claro que isso é nato dele (e de qualquer criança), mas o fato de eu ser uma ótima mãe, faz com que ele se sinta seguro, amado e livre para se aventurar e fazer as coisas que acredita ser capaz, apesar de seu pouco tempo de vida.

Não é soberba! É gratidão! Sou grata por ter determinadas habilidade e reconhecer que sou boa nisso é o mínimo que posso fazer!

E você é boa em quê? Te desafio a escrever em um caderno, todos os dias, durante um mês, para começar, depois dois, seis, um ano… Escolha uma coisa, que você tenha feito no dia, na qual você seja muito boa, tenho certeza que muitas vão se descobrir um ‘mulherão da poha’!!!!

Se você achar difícil reconhecer excelência em você, tenho um outro desafio para fazer antes deste. Faça o desafio da gratidão (vi no canal da Flavia Calina). Todos os dias, anote, pelo menos uma coisa pela qual você é grata, se conseguir anote três ou mais, e ao final de um ano, você verá quantas coisas boas aconteceram na sua vida.

Outra tática para agradecer (também do canal da Flavia Calina), é o pote de bençāos: você separa um pote, coloca em um lugar que todos da casa tenham acesso e todas as vezes que algo muito bom acontecer, vocês anotam e colocam no pote. Ao término  de cada ano, abram o pote e leiam juntos as anotações.

Gratidão é algo poderoso!! Experimentem.

 

Dani Prado, 34 anos. Mãe do Pedro de 10 meses, artesã, apaixonada por livros, corridas e viagens.

You Might Also Like...

4 Comments

  • Reply
    Fernanda
    7 de junho de 2018 at 02:52

    Dani, venho de uma família grata a tudo: chuva, sol, vento… Tudo ! Que nunca se permite reclamar, como se, fazendo isso, perderiam algo. Então me moldei grata, mas reclamona .
    Até há uns dois anos, mais pessimista, hoje, tentando viver o poder do agora ( anodei a dica, irei ler).
    Acho lindo, lindíssimo, pessoas capazes de ver o que tem de bom, depois de 5 anos de terapia, tenho conseguido iniciar este caminho, prova disso é acreditar no que escrevo (www.mamifefa.com).
    Amei seu texto

    • Reply
      Daniela Prado Tomaz
      7 de junho de 2018 at 08:10

      Ahhh Fer! Obrigada!
      Eu me acho super reclamona e pra mim, essa é uma característica que preciso mudar em mim, urgente, esse é meu trabalho constante. Obrigada pelo carinho!

  • Reply
    JULIANA
    7 de junho de 2018 at 21:03

    Ahhh Dani vc é linda viu….não é normal rs. Beijos adorei o texto. Ju

    • Reply
      Daniela Prado Tomaz
      21 de julho de 2018 at 22:53

      Você que é demais JUUUUUU. Obrigada por ter tanto carinho e cuidado comigo. bjinho

Leave a Reply