MATERNIDADE

Preserve suas memórias

6 de fevereiro de 2019

No dia 8 de janeiro de 2016, o serviço do Fotolog saiu do ar sem avisar nenhum de seus usuários e removeu todo o seu conteúdo.

Isso causou um grande baque em toda a comunidade que se utilizava do serviço desde 2002, época em que smartphones com câmeras eram raridades e câmeras compactas faziam sucesso. Quem utilizava o serviço desde o início perdeu 14 anos de memórias.

Eu sempre gostei de estudar o futuro. Há quem diga que aprendemos muito estudando o passado, mas, eu gosto de olhar o futuro, tentar prever comportamentos, tendências de moda, acontecimentos; e fico maravilhada quando vejo as tendências se concretizarem.

Quero abordar aqui o assunto: memórias. E quero tentar fazer uma previsão para todas as mães, não em tom apocalíptico e nem de histeria (esta não é a minha intenção) contudo, fiquem de olho no modo que armazenam suas memórias fotográficas.

Um dia a extensão .jpg não estará mais acessível no modo leitura em alguns equipamentos; um dia aquele seu banco de dados armazenado na nuvem pode sair do ar sem deixar vestígios, e sem avisá-lo. E mesmo que ele te avise com antecedência, você teria tempo para sentar na frente do seu desktop e baixar todas as 80 mil imagens dos seus filhos, pais, avós, animais de estimação e aguardar com a paciência que você não terá daqui a alguns anos, a barrinha do download se completar bem devagarzinho?

Eu te respondo: não! Em 2040 você estará mais estressado que hoje, menos paciente e não vai baixar nada de nuvem alguma.

Aqueles contratos que “lemos” e aceitamos virtualmente prevê um “boom” tecnológico que pode varrer você, sua família, seus antepassados, seus gatos e seus pratos de comida pra sempre da memória fotográfica da Terra!

E agora a previsão mais “assustadora” de todos os tempos: seu filho terá tempo de vasculhar seu computador outdated pra ver os seus registros? Claro que nãooooooooo! Você acha que ele vai  vascular entre milhões de arquivos que sabemos que está uma zona aí no seu computador, para ver a foto do primeiro dentinho que apareceu? Claro que não, colega!

Nossos filhos terão mais o que fazer, terão inclusive as próprias fotos para administrar.

Não se engane achando que ele vai vasculhar o palheiro que é o seu Facebook pra ver aquela memória esquecida nos cafundós do serviço social. Ou ainda, você acredita que seus pendrives podem dar 100% de garantia que irão manter seus arquivos intactos? Hoje moro numa cidade quente pra ‘caceta’, nenhum aparelho aguenta muito tempo condições de temperaturas elevadas.

Você já deve ter visto aquelas salas congelantes em empresas que guardam os computadores-cérebros dos departamentos de TI. Aquela temperatura que chega a uns 10 graus, serve para manter os aparelhos em perfeito funcionamento. Creio que você, assim como eu, guarda seus pendrives naquela gaveta ‘sinistrona’ na sua casa? Não é mesmo?

Se você quiser ter um registro fotográfico, a dica é: faça álbuns das fotos que você mais gosta! Imprima e revele-as! Desconheço qualquer família que seja tão do demônio a ponto de jogar fora álbuns de família.

Todo mundo tem um álbum antigo em casa que conta a história dos nossos pais, amigos dos nossos pais, avós, bisavós. Sei que estou falando aqui com mães da geração Y, uma parte delas da geração X, e outra parte menorzinha da geração Z e por isso, outra dica preciosa é: a tecnologia é ‘supimpona’, né? Muito legal carregarmos um mundo na palma das mãos, mas não se empolguem! Mantenham suas memórias vivas e bem salvas no mundo real!

Garantam que nenhuma empresa adquira a importante decisão de varrer da face da Terra, da noite pro dia, todas as suas memórias.

No mundo do negócios tecnológicos, qualquer instabilidade financeira, um movimento nas bolsas de valores, pode dizimar essas grandes empresas que mantêm nuvens de arquivos virtuais.

Fiquem atentas!

 

Mara, prontinha pra revolução da SkyNet, e mortinha de medo de uma reviravolta avançada de inteligência artificial, operada principalmente por meio de robótica avançada e sistemas de computador.

 

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply